“Para mim, estes bonecos, são feitos de palavras que trazem muito mar dentro e, ao aproximar-me mais de perto, de todos e de cada um deles, eu construo uma nova dimensão do amor à liberdade.

Eu aqui sou como um marinheiro com um entendimento feito de viagens e do que dá e recebe em cada porto de abrigo que experimenta.

Eu mergulhei no atlântico e fui tocada pelos beijos da Verdade.”

Arte da Terra em Lisboa